Acesso ao principal conteúdo
Coronavírus

Covid-19: Boris Johnson e ministro da Saúde testam positivo

O primeiro-ministro, Boris Johnson, e o ministro da Saúde, Matt Hancock, testaram, esta sexta-feira, positivo ao novo coronovírus.
O primeiro-ministro, Boris Johnson, e o ministro da Saúde, Matt Hancock, testaram, esta sexta-feira, positivo ao novo coronovírus. POOL/AFP/File

O primeiro-ministro, Boris Johnson, e o ministro da Saúde, Matt Hancock, testaram, esta sexta-feira, positivo ao novo coronovírus. Londres é actualmente a região com mais casos, um terço dos quase 10.000 a nível nacional.

Publicidade

Dois dias depois do príncipe Carlos, herdeiro da coroa, foi a vez de o primeiro-ministro, Boris Johnson, ter confirmado ter contraído a covid-19.

“Estou a trabalhar em casa, estou em isolamento. Mas não tenham dúvida de que posso continuar, graças à magia da tecnologia moderna, a comunicar com toda a minha equipa para liderar a luta nacional contra o coronavírus", referiu.

Também o ministro da Saúde Saúde britânico confirmou hoje ter contraído o covid-19. Matt Hancock, que esteve no parlamento britânico na quarta-feira, juntamente com o primeiro-ministro durante o debate semanal com os deputados, disse ter sentido sintomas ligeiros e foi aconselhado a fazer o teste, que acabou por acusar positivo.

Londres é actualmente a região com mais casos, um terço dos quase 10.000 a nível nacional. Mas também ilustra a velocidade com que o vírus está a alastrar no Reino Unido, onde os hospitais estão a ficar sobrecarregados, sobretudo os cuidados intensivos e camas com ventiladores, que o governo tem estado com urgência a tentar reforçar.

Os especialistas esperam uma intensificação da crise nos próximos dias.Em 48 horas, foram registadas mais cerca de 300 mortes, para um total de 759

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.