Acesso ao principal conteúdo
Estados Unidos/Saúde

Estados Unidos tornam-se no epicentro de coronavírus com mais de 100 mil casos

O Presidente dos Estados Unidos,Donald Trump durante uma conferência de imprensa, na Casa Branca.20 de Março de 2020.
O Presidente dos Estados Unidos,Donald Trump durante uma conferência de imprensa, na Casa Branca.20 de Março de 2020. AFP

Com mais de 100 mil infectados e mais de mil mortos, os Estados Unidos tornam-se no epicentro da pandemia do novo coronavírus. 

Publicidade

Os Estados Unidos tornaram-se no novo epicentro do covid-19 com mais de 100 mil casos detectados.

O país da América do norte ultrapassou a China e a Itália no número total de infectados, mas regista um número de mortes, inferior aos dois Estados atrás referidos.

Segundo as últimas contagens, morreram nos Estados Unidos 1.567 pessoas, enquanto a Itália regista 9.134 mortes e a China 3292.  

De acordo com as previsões efectuadas pela Organização Mundial da Saúde e com os dados actualizados diariamente pela Universidade John Hopkins, a propagação do Covid-19 nos Estados Unidos ocorre a uma cadência acelerada.

Favorável à utilização da hidroxicloroquina para aliviar os pacientes do coronavírus, o Presidente Donald Trump realçou na quinta-feira, que o seu país está a lutar com maior eficácia contra a pandemia.

Esta última já colocou no isolamento, mais de 100 milhões de norte-americanos, isto é, um terço da população americana.

Não obstante à progressão da pandemia nos Estados Unidos, o Presidente Donald Trump disse que espera que o país volte à normalidade no período da Páscoa.

 

Estados Unidos torna-se novo epicentro de coronavírus com progressão de casos

 

 

 

        

                

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.