Acesso ao principal conteúdo
São Tomé e Príncipe

Preparativos do início do ano lectivo em São Tomé e Príncipe

São Tomé
São Tomé Miguel Martins/RFI

O início do novo ano lectivo, previsto a 21 de Setembro, está a dar azo a intensos contactos entre o Ministério da educação e os professores, o SINPRESTP, colocando contudo algumas reticências sobre o regresso às aulas na data fixada, devido a reivindicações a serem esclarecidas, nomeadamente no respeitante ao estatuto de carreira docente.  

Publicidade

Por seu lado, Olinto Daio, ministro santomense da educação, que tem vindo a realizar encontros distritais para partilhar ideias com a classe docente no âmbito do início das aulas, refere que as contribuições dos professores vão ser compiladas numa proposta a ser submetida para a melhoria do ensino em São Tomé e Príncipe.

Para o titular da pasta da educação a aposta deve estar na qualidade do ensino tendo em conta que o país atingiu uma taxa da universalidade de ensino em mais de 92 %, facto que o permite alcançar um dos objectivos do desenvolvimento do milénio cuja avaliação será feita na cimeira dos lideres mundiais em finais de Setembro na sede das Nações Unidas.

Ministro da Educação de São Tomé e Príncipe, Olinto Daio, em declarações recolhidas pelo correspondente Maximino Carlos.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.