Acesso ao principal conteúdo
São Tomé e Príncipe

São Tomé facilita a entrada de estrangeiros no país

RFI/Miguel Martins

O parlamento são tomense aprovou, esta quinta-feira, na generalidade a supressão de vistos para os cidadãos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa- CPLP. A medida  estende-se igualmente aos cidadãos da União Europeia, Estados Unidos e Canadá.

Publicidade

São Tomé e Príncipe acaba de dar um passo em frente na concretização da livre circulação de cidadãos da CPLP, uma decisão que foi já aplaudida pelos países que integram a organização. Com esta medida, São Tomé e Príncipe decide abrir as suas fronteiras aos cidadãos da comunidade e garante àqueles que não são titulares de passaportes especiais a entrada nas ilhas do falcão e papagaio. A medida visa ainda estimular o turismo e atrair o investimento externo.

UE, EUA e Canadá isentos de visto

 A proposta foi aprovada na generalidade pelos deputados depois de ter sido apresentada pelo ministro são tomense da presidência do conselho de ministros e dos assuntos parlamentares, Afonso varela. Os cidadãos da Comunidade dos Países de Lingua Portuguesa poderão entrar no país sem visto permanecendo por um período não superior a quinze dias. Os cidadãos da União Europeia, Estados Unidos da América e do Canadá também irão beneficiar igualmente de isenção de vistos de entrada em São Tomé e Príncipe.
 

Correspondência de São Tomé e Príncipe

Com a colaboração do nosso correspondente em São Tomé, Maximino Carlos.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.