Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Greve paralisa escolas em São Tomé e Príncipe

Áudio 07:04

Em São Tomé e Príncipe quase todos os centros do ensino do arquipélago estão paralisados desde esta manhã devido à greve, por tempo indeterminado, convocada pelo sindicato dos professores e educadores.O secretário-geral do sindicato, Gastão Ferreira, aponta que a adesão da greve se estima em cerca de 100%. Para além das exigências das condições socio-económicas, o sindicato dos professores e educadores pretende alertar para a necessidade de dignificar a classe dos professores e condições de laborais dos mesmos.  

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.