Acesso ao principal conteúdo
SÃO TOMÉ E PRINCIPE

Diabetes preocupam São Tomé e Príncipe

A diabetes tipo 2 pode ser prevenida em larga escala com dieta equilibrada e actividade física.
A diabetes tipo 2 pode ser prevenida em larga escala com dieta equilibrada e actividade física. istockphoto/thinkstock

A diabetes em São Tomé e Príncipe aumentou para 16,4% desde de 2009.O Distrito de Água-Grande, o mais populoso do país, e onde se situa a capital, São Tomé, apresenta-se como o mais problemático com maior número de prevalência .  

Publicidade

A ministra santomense da saúde, Maria de Jesus Trovoada considera que este número é preocupante.
Elisabeth Barros, coordenadora do Programa Nacional de Luta Contra Doenças Não-Transmissíveis, refere que a prevenção é a alternativa viável perante este aumento.
O sedentarismo, alteração de hábitos alimentares e a falta de actividades físicas, são apontadas como as principais causas do aumento de diabetes em São Tomé e Príncipe.

Confira aqui a crónica audio de Maximino Carlos, correspondente em São Tomé.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.