Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Guilherme Posser da Costa pede a demissão do presidente do TC sãotomense

Áudio 08:44
Guilherme Posser da Costa, director de campanha de Manuel Pinto da Costa
Guilherme Posser da Costa, director de campanha de Manuel Pinto da Costa

Arrancou hoje em São Tomé e Príncipe a campanha eleitoral para a segunda volta das eleições presidenciais de 7 de Agosto com dois candidatos nos boletins de voto: Evaristo de Carvalho apoiado pelo partido no poder a ADI que obteve 49,8% de votos e o presidente cessante Manuel Pinto da Costa, fundador do MLSTP mas que concorreu como independente e obteve 24,8% de votos a 17 de Julho e recusa participar na segunda volta para não "caucionar um processo viciado".Esta quarta-feira (27/07) o Tribunal Constitucional indeferiu o pedido de anulação da primeira volta apresentado conjuntamente por Manuel Pinto da Costa e Maria das Neves, candidata apoiada pelo principal partido de oposição MLSTP/PSD, que obteve 24,3% de votos, alegando entre outros, que o pedido de impugnação não podia ser conjunto, dado que o presidente é eleito por sufrágio uninominal.O nosso convidado é Guilherme Posser da Costa, jurista e antigo primeiro-ministro (1999/ 2201) director de campanha do presidente cessante Manuel Pinto da Costa, que começa por pedir a "demissão do presidente do Tribunal Constitucional José Bandeira cuja atitude foi inadmissível e inaceitável em direito", considerando ainda ilegal a argumentação dada para a rejeição do pedido de impugnação.  

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.