Acesso ao principal conteúdo
São Tomé e Príncipe

São Tomé e Príncipe quer adaptar multibanco internacional

A rede multibanco são-tomense vai ser adaptada ao sistema internacional. Uma medida que, acima de tudo, pretende fomentar o turismo.

Publicidade

O sistema de pagamentos automáticos de São Tomé e Príncipe "Dobra24" vai aceitar a utilização do cartão VISA nos terminais.

O projecto de modernização da rede nacional, a "Dobra24", vai ter financiamento do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e deverá estar a funcionar em 2017.

A 24 de Outubro de 2011, o cartão multibanco entrava em funcionamento em São Tomé e Príncipe. Pela primeira vez no arquipélago entrava em vigor o cartão de pagamento automático "dobra24" e permitia, de forma rápida e segura, o acesso à conta de depósito à ordem, em moeda nacional.

Na altura, o cartão diminuiu a presença de clientes nos balcões dos bancos, acrescentando a vantagem de privacidade nas operações bancárias.

Numa primeira instância, São Tomé e Príncipe vai lançar um concurso internacional para adaptar a rede de multibanco ao sistema internacional para permitir o acesso de cartões Visa e similares.

O turismo contribuiu 14% para o Produto Interno Bruto (PIB) de São Tomé e Príncipe no ano passado, em 2015.

" O modelo que temos aqui de utilização de cartões de multibanco é demoroso, as taxas são bastante altas. Introduzindo esse sistema, facilita a vida aos visitantes em São Tomé e Príncipe, quer sejam os turistas ou as pessoas que querem abrir um negócio. Isto permite que não transportemos consigo dinheiro vivo, mas sim o seu cartão de crédito", afirmou o economista são-tomense Zeferino Ceita.

IVA chega a São Tomé em 2018

O governo são-tomense vai introduzir o Imposto de Valor Acrescentado, IVA, no ordenamento jurídico fiscal do arquipélago a partir de Janeiro de 2018.

Um anúncio que foi feito pelo director dos impostos, Olinto Costa :"Pensávamos que em 2017 as condições estariam criadas para a implementação do IVA, mas tendo em conta a sua complexidade, provavelmente em Janeiro de 2018, estando as condições criadas, teremos o IVA em São Tomé."

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.