Acesso ao principal conteúdo
Ciência

São Tomé: gasóleo, enigma ou crime ambiental?

Áudio 06:02
Centro de São Tomé
Centro de São Tomé DESIREY MINKOH / AFP

Em São Tomé e Príncipe as autoridades tentam encontrar uma explicação para vazamento de gasóleo na região de Santo Amaro. Inicialmente falou-se na possibilidade do vazamento resultar de um problema na central térmica, mas o cenário foi afastado pelo ministro dos Recursos Naturais e Ambiente.A situação insólita tem sido aproveitada pelos habitantes que, enquanto aguardam por uma solução, têm estado a garimpar o gasóleo que jorra do subsolo. Todavia, o problema levanta outras questões, como é o caso do impacto ambiental. Os agricultores da região afectada dizem que as plantações foram destruídas e os garimpeiros começam apresentar problemas de saúde devido ao contacto directo com o gasóleo.Na semana passada, o PCD, partido na oposição, pediu a intervenção do Ministério Público para esclarecer aquilo que considera ser um "crime ambiental". Danilson Cotu, líder da bancada parlamentar do PCD, aponta o dedo ao executivo e refere que tendo em conta o actual estado do solo o vazamento já se verifica há vários meses.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.