Acesso ao principal conteúdo
Futebol

Polémica na Federação São-Tomense de futebol

São Tomé e Príncipe defrontou a Líbia na fase de apuramento para o CAN 2017. Imagem de Arquivo.
São Tomé e Príncipe defrontou a Líbia na fase de apuramento para o CAN 2017. Imagem de Arquivo. MOHAMED EL-SHAHED / AFP

A polémica está instalada em torno da eleição do próximo Presidente da Federação São-Tomense de Futebol. A assembleia electiva deve decorrer a 18 de Janeiro.

Publicidade

A escassos cinco dias da realização da assembleia electiva na Federação São-Tomense de Futebol, FSF, a polémica está instalada. A candidatura do coronel Idalécio Pachire introduziu no Supremo Tribunal de Justiça uma providência cautelar para anular todo processo das candidaturas na FSF.

De acordo com a comissão, criada pela Federação, a candidatura de Nino Monteiro, actual Presidente do organismo que concorre à sua própria sucessão, é a única que cumpre os requisitos estatutários, enquanto que a de Idalécio Pachire tem irregularidades e a de Jocy Barros que reside no exterior do país tem falhas graves.

A assembleia da Federação São-Tomense de Futebol está agendada para 18 de Janeiro corrente.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Maximino Carlos.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.