Acesso ao principal conteúdo
SÃO TOMÉ E PRINCIPE

Congresso da ADI adiado para 25 de Maio

Patrice Trovoada, ex primeiro-ministro são-tomense, líder da ADI.
Patrice Trovoada, ex primeiro-ministro são-tomense, líder da ADI. RFI/Liliana Henriques

25 de Maio próximo é a data fixada pelos conselheiros do ADI em São Tomé e Príncipe para realização do congresso electivo do partido inicialmente agendado para 30 de Março.

Publicidade

Rodeado de uma enorme confusão o conselho nacional do ADI, argumenta a fixação desta data para reunir todas condições estatutárias para a realização do congresso.

José da Graça Diogo, Presidente da comissão de gestão do ADI, considera que depois da confusão prevaleceu o bom senso.

José da Graça Diogo, Presidente da comissão de gestão do ADI, sobre a fixação de 25 de Maio para a realização do congresso electivo do referido partido.

O ADI está a passar por um período difícil com uma crise intestina que está afectar a sua afirmação e imagem.

A ala de Domingos Fernandes, candidato à presidência do partido que deixou o poder após as eleições de Outubro passado, defendia a manutenção da data do congresso.

A outra, tida como próxima do presidence cessante, o ex primeiro-ministro Patrice Trovoada, defendia o adiamento do congresso.

Com Maximino Carlos, correspondente em São Tomé e Príncipe, ouça aqui a correspondência.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.