Acesso ao principal conteúdo
São Tomé e Príncipe

São Tomé e Príncipe: Congresso da ADI de novo adiado?

Patrice Trovoada, antigo primeiro-ministro são-tomense, e ex-líder da ADI.
Patrice Trovoada, antigo primeiro-ministro são-tomense, e ex-líder da ADI. AFP

Termina esta quarta-feira o prazo para apresentação de candidaturas à liderança da ADI, o até agora candidato único Agostinho Fernandes denuncia “manobras dilatórias” para adiar de novo o congresso previsto para este sábado.

Publicidade

A ADI agendou para este sábado o seu congresso, mas o ensombramento do desaire eleitoral de 07 de Outubro está a comprometer a sua realização.

O partido está dividido em duas alas: uma favorável à realização do congresso no próximo sábado e outra ao seu adiamento "sine die".

Agostinho Fernandes, candidato à liderança do partido teme por um novo adiamento.

Em conferência de imprensa dada aos órgãos de comunicação social, Agostinho Fernandes, até agora o único candidato a liderança do referido partido denunciou algumas manobras para adiar o congresso da ADI previsto para sábado.

Agostinho Fernandes disse que a candidatura foi devidamente acautelada e que solicitou conselhos de algumas personalidades de idoneidade política.

Após as legislativas de Outubro a ADI entrou numa espiral de crise com a falta de liderança resultante da ausência de Patrice Trovoada que suspendeu a sua liderança do partido.

Mais pormenores com o nosso correspondente Maximino Carlos.

Correspondência de São Tomé

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.