Nigéria

Oposição considera "irrealista" a organização de três eleições em Janeiro

Nigéria 2011
Nigéria 2011 RFI Hausa

Dois dias depois do anúncio da organização de três eleições em Janeiro, o partido de oposição Action Congress considerou que esta iniciativa era "irrealista" e "destinada ao fracasso" e pediu que os escrutínios sejam adiados para Abril.

Publicidade

Na passada terça-feira, a comissão eleitoral anunciou a organização das legislativas para o dia 15 de Janeiro de 2011, a eleição dos governadores no 29 de Janeiro e pouco antes, as presidenciais previstas para o dia 22 de Janeiro.

Inicialmente prevista para decorrer em Abril de 2011, a data da eleição do Presidente foi antecipada de forma a resolver eventuais contestações dos resultados eleitorais ainda antes do início oficial do novo mandato.
Esta antecipação coloca todavia um problema de tempo ao INEC, a Comissão Eleitoral Independente. Esta entidade terá apenas duas semanas, até ao 14 de Novembro, para proceder à revisão das listas de 70 milhões de votantes num país conhecido pelas fraudes massivas e a intimidação dos seus eleitores. O INEC pretende precisamente que se evite a repetição do cenário de fraudes das anteriores eleições há três anos e meio.

Apesar destes obstáculos, o pais parece já encaminhar-se para o período de pré-campanha. Ao anunciar recentemente medidas para pôr fim à penúria crónica de electricidade, o executivo de Goodluck Jonathan começou a dar o tom. Fontes próximas do presidente confirmaram aliás a intenção de Goodluck Jonathan apresentar a sua candidatura para as presidenciais.

Contudo, um regulamento interno da sua formação, o Partido Democrático Popular (PDP), estipula que a um cristão do sul - como o actual presidente - deve suceder um candidato muçulmano do norte para respeitar a alternância no poder.
As primarias que devem decorrer brevemente no partido presidencial deverão contar -pois- não só com o presidente cessante bem como pelo menos dois outros candidatos oriundos do norte, o antigo dirigente militar Ibrahim Babangida e o ex-vice-presidente Atiku Abubakar.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.