Níger

Sete estrangeiros raptados no Níger

Níger
Níger Sayouba Traoré/RFI

Foram raptados no Níger cinco Franceses, um Togolês e um Malgache, essencialmente colaboradores das empresas AREVA e SATOM, dois grupos Franceses que operam no sector da energia.

Publicidade

De acordo com as autoridades, estes raptos ocorridos na madrugada de quinta-feira na zona de Arlit a 1000 km a nordeste de Niamey, a capital, poderiam ser da autoria de grupos afectos á AQMI - Al Qaeda do Magrebe - muito activa na região. Com efeito, o Níger juntamente com outros países dessa zona, como a Mauritânia e o Mali são frequentemente palco de raptos de estrangeiros perpetrados por grupos armados entre os quais precisamente a AQMI. Na optica de Fafali Koudawo, Reitor da Universidade "Colinas do Boé" em Bissau, essa região é difícil de controlar.

Fafali Koudawo, Reitor da Universidade "Colinas do Boé" em Bissau

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.