Guiné-Bissau

CEDEAO reúne-se em Abuja para analisar situação na Guiné-Bissau

Malam Bacai Sanhá, presidente da Guiné-Bissau
Malam Bacai Sanhá, presidente da Guiné-Bissau AFP/ JOAO CORTESAO

Chefes de Estado e de Governo dos países da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, reúnem-se em torno do presidente guineense Malam Bacai Sanhá, e do chefe de estado nigeriano Goodluck Jonathan, presidente em exercício da CEDEAO.

Publicidade

Os participantes vão analisar o relatório para promover a paz e estabilidade na Guiné-Bissau -cujo teor não foi divulgado- elaborado pelo Comité dos Chefes dos Estados Maiores das Forças Armadas de Cabo Verde, Gana, Libéria e Togo, na sequência da sua visita à Guiné entre 10 e 12 de Agosto.

Analisar a “grave situação política e de segurança” prevalecente na Guiné-Bissau e encontrar parcerias, que possam contribuir para a reforma dos sectores da defesa e segurança no país, é o que refere o comunicado da CEDEAO, que confirma a reunião de hoje (17/09/2010).

A CEDEAO estima que serão necessários 70 milhões de euros, para proceder a esta reforma e a maior parte desta soma (45 milhões de euros) será utilizada na aposentação e reabilitação dos desmobilizados.
Uma parte significativa do exército da Guiné-Bissau, composto por 4500 efectivos, é constituida por militares idosos, e o plano da CEDEAO prevê que 1500, deverão ser  reformados entre 2010 e 2015.

Deverá ser incontornável, abordar a situação dos detidos por ocasião do golpe militar de 1 de Abril, entre os quais o antigo Chefe de Estado Maior General das Forças Armadas guineenses contra-almirante José Zamora Induta e o chefe dos serviços de informação militar, coronel Samba Djaló, cuja libertação ou julgamento são exigidos pela comunidade internacional.

Mussa Baldé, correspondente da RFI em Bissau / declarações do presidente Malam Bacai Sanhà

O eventual envio para a Guiné-Bissau de uma missão de estabilização, sob égide da CEDEAO, CPLP e União Africana, deverá igualmente dominar o encontro, mas à saída de Bissau ontem, o presidente Malam Bacai Sanhá esquivou a questão.

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.