Maputo acolhe reunião de Procuradores Africanos

Balança da Justiça
Balança da Justiça Flickr

A capital moçambicana acolhe a quinta conferência da Associação dos Procuradores dos países africanos. São mais de cem procuradores gerais que estão reunidos em Maputo, para participarem no evento da classe criada há sete anos.  

Publicidade

Este encontro pretende debater os problemas que afetam atualmente o continente africano, como é o caso do tráfico de droga e seres humanos, tráfico de armas, roubo de viaturas e branqueamento de capitais.
Augusto Paulino, Procurador-Geral de Moçambique, refere que a par dos delitos comuns, o crime transnacional é atualmente a maior preocupação para os países do continente africano. Problemas que serão debatidos durante a quinta conferência e para os quais, o procurador afirma ter que existir uma postura transversal de forma a poderem ser travados o mais rapidamente possível.

Sobre esta questão, Orfeu Lisboa, o nosso correspondente em Maputo ouviu Augusto Paulino, Procurador-Geral de Moçambique.

Augusto Paulino

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.