África do Sul acolhe sessão do Parlamento Pan-africano

A cidade de Midrand, na África do Sul
A cidade de Midrand, na África do Sul Fkickr/ Kalinith

Começa hoje em, Mindrand, na África do Sul a nova sessão do parlamento Pan-africano. Nesta sessão vai proceder-se à transformação do parlamento consultivo para parlamento legislador, uma mudança que, segundo Serifo Nhamadjo, primeiro vice-presidente do parlamento da Guiné Bissau, irá ocorrer já em 2012.

Publicidade

Para além da alteração do estatuto do parlamento que passa de consultivo a legislador, a sessão vai, ainda, abordar a taxa de mortalidade infantil e os conflitos em África A atual situação de instabilidade que se vive na Guiné Bissau poderá ser um dos assuntos debatidos na sessão, porém, Serifo Nhamadjo, primeiro vice-presidente do parlamento da Guiné Bissau, destaca apenas as vantagens destas sessões que “servem para partilhar experiências e apresentar soluções”.

O parlamento Pan-Africano, com sede em Mindrand, África do Sul foi criado em Março de 2004, pelo ato Constitutivo da União Africana, como um dos nove órgãos previsto no Tratado que institui a Comunidade Africana, assinado em Abuja, na Nigéria, em 1991.

De Salientar que o Parlamento Pan-Africano pretende fornecer uma plataforma comum para os povos africanos e para as suas organizações de base, de forma a estarem mais envolvidos nas discussões e nas tomadas de decisões sobre os problemas e desafios que o continente enfrenta.

Serifo Nhamadjo, Primeiro vice-presidente do parlamento da Guiné Bissau

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.