África

Em 2050 a população do continente africano vai duplicar

Banco Africano para o desenvolvimento
Banco Africano para o desenvolvimento BAD

Estudo internacional, desenvolvido pelo Banco Africano para o desenvolvimento (BAFD) e Agência francesa para o Desenvolvimento ,avança que a população do continente africano até 2050 deverá duplicar, para 2,2 mil milhões de habitantes.

Publicidade

As conclusões são do estudo Vision 2050, desenvolvido pelo Banco Africano para o desenvolvimento (BAFD) e Agência francesa para o Desenvolvimento que será hoje debatido na capital tunisina, no âmbito da V Cimeira Económica Africana.

O estudo faz uma análise intensiva sobre os desafios que o continente enfrenta diante do crescimento elevado da população para os próximos quarenta anos e apresenta respostas individuais e coletivas, ao nível regional e internacional, para que os países africanos possam ultrapassar os desafios.

Da agenda destacam-se, ainda, temas como as relações económicas Africa-China, segurança alimentar e parcerias norte e sul, aumento da população, entre outros.

O aumento da população vai merecer especial atenção, uma vez que metade dos países africanos deverá registar aumentos entre três a cinco vezes das suas populações urbanas. Este fenómeno estará ainda associado ao peso das doenças, como a malária, HIV sida e ainda à constância dos conflitos.

O evento organizado pelo BAFD, que começa hoje e termina na sexta-feira, vai juntar à mesma mesa dirigentes políticos e especialistas em África em torno da situação do continente diante a crise global.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.