Acessar o conteúdo principal

Eleições presidenciais na Costa do Marfim caminham para uma segunda volta

RFI
Texto por: André Ferreira
2 min

Segundo os resultados completos, mas ainda provisórios, avançam para a segunda volta das eleições presidências Laurent Gbagbo, com 38,30 por cento dos votos, e Alassane Ouattara, com 32,08 por cento.Pelo caminho fica Henri Bédié, com apenas 25,24 por cento das preferências. 

Publicidade

A primeira presidencial pluralista na Costa do Marfim vai ser marcada por uma segunda volta.
O regresso às urnas irá acontecer no final de Novembro, ainda sem data confirmada.

Com 38,30 por cento Laurent Gbagbo tem uma ligeira vantagem sobre Alassane Ouattara, com 32,08 por cento das preferências de voto.

Fora da segunda volta, Henri Bédié nem esperou pela publicação dos resultados provisórios para denunciar fraudes na contagem dos votos. Bédié pede à Comissão Eleitoral para recontar os boletins de voto, ao mesmo tempo que pede calma aos seus apoiantes.

Observadores da União Europeia já tinham manifestado preocupação em relação à contagem dos votos nas presidenciais de Domingo na Costa do Marfim, após as autoridades locais terem impedido o acesso a vários centros eleitorais.

A se confirmarem estes resultados, que ainda terão de ser enviados ao Conselho Constitucional para serem aprovados, resta saber para qual dos dois candidatos que avançam para a segunda volta, cairão os votos de Henri Bédié? Laurent Gbagbo ou Alassane Ouattara?

Depois de serem aprovados os resultados, a Comissão Eleitoral tem 15 dias para marcar a data para a segunda volta das eleições presidenciais na Costa do Marfim.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.