Cabo Verde

Cabo Verde acolhe colóquio "Diásporas"

CPLP tem oito países membros: Brasil, Portugal, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.
CPLP tem oito países membros: Brasil, Portugal, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.

O Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP) vai realizar, durante os próximos dois anos, um conjunto de colóquios sobre a língua portuguesa em quatro capitais lusófonas. Os eventos fazem parte do novo plano de ação do organismo e vão servir de alicerces para a segunda edição da Conferência Internacional da Língua Portuguesa. 

Publicidade

São quatro colóquios, cada um em sua cidade lusófona, para debater a língua portuguesa. O primeiro intitula-se “A língua portuguesa nas organizações internacionais”, segue-se “O português na Internet”, o terceiro vai debruçar-se sobre as “Línguas Nacionais” e o ciclo termina, precisamente na cidade da Praia com o colóquio “Diásporas”.

Gilvan Muller de Oliveira, presidente do IILP, afirma que é necessário estudar os novos fenómenos da língua e, acima de tudo, “não pensar a língua portuguesa como um encerramento, mas como uma porta aberta para um mundo cada vez mais plurilingue”.

Gilvan Muller de Oliveira, presidente do IILP

Até ao momento, a grande problemática do IILP prende-se com a captação de recursos para materializar os seus projetos. Estes têm vindo a ser financiados pelas quotas dos países-membros
Entretanto, com o orçamento para 2011 as contribuições dos membros têm como destino as despesas correntes, enquanto os projetos estratégicos serão sustentados por um fundo especial.

Gilvan Muller de Oliveira, presidente do IILP

O brasileiro Gilvan Muller, preside o IILP desde 20 de Outubro de 2010. Anteriormente, o posto era ocupado pela angolana Amélia Mingas.

Com a colaboração do nosso correspondente na cidade da Praia, Odair Santos.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.