Cabo Verde vai a votos em 2011

Praia, Cabo Verde
Praia, Cabo Verde Flickr/ kaysha

As eleições legislativas no arquipélago de Cabo Verde terão lugar a seis de fevereiro seguindo-se, seis meses depois, as presidenciais. O anúncio foi feito pelo chefe de estado, Pedro Pires, que ouviu todos os partidos políticos para chegarem a um consenso sobre a data das legislativas.

Publicidade

No final da reunião do Conselho da República, o Presidente Pedro Pires, tornou oficiais as datas dos dois momentos eleitorais que terão lugar, no ano que vem, em Cabo Verde.
As legislativas estão marcadas para o dia 6 de fevereiro de 2011 e seis meses depois os cabo verdianos serão novamente chamados às urnas para escolherem o novo chefe de estado do arquipélago.

Antes de tornar publica a decisão, Pedro Pires, reuniu com os partidos políticos, que tinham apontado datas diferentes para o escrutínio. A União Cabo-verdiana Independente e Democrática, UCID, tinha apontado o dia 27 de Março, enquanto, que o Movimento Para a Democracia, MPD, tinha sugerido o dia 27 de Fevereiro. Porém Pedro Pires acabou por optar pelo dia 6 de fevereiro

O secretário-geral do maior partido da oposição, o MPD, José Moreira, referiu que nos termos da lei o Presidente da República tem “a competência e liberdade para marcar as datas para quando quiser, entre 30 de janeiro a 27 de março, por nós tudo bem”. O Secretário-geral da UMP, disse, ainda, que estão preparados para as eleições e convencidos de um bom resultado.
Recorde-se que as ultimas eleições legislativas no arquipélago realizaram-se em janeiro de 2006, com o PAIVC a reconquistar a vitória com cerca de 52 votos, seguido do MPD que se ficou pelos 42 por cento e o UCID com UCID, com 2,65 por cento.

Sobre este assunto, o jornalista, João Matos, ouviu o secretário-geral do maior partido da oposição o MPD, José Moreira

Som José Moreira, MPD

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.