Acessar o conteúdo principal
COSTA DO MARFIM

Costa do Marfim : incidentes violentos marcam segunda volta da eleição presidencial.

Mesa de voto, a 28 de novembro de 2010
Mesa de voto, a 28 de novembro de 2010 REUTERS/Luc Gnago
Texto por: RFI
2 min

Na Costa do Marfim ocorreram incidentes aquando da segunda volta da eleição presidencial histórica entre Laurent Gbagbo e Alassane Ouattara, ontem, domingo. O escrutínio foi marcado pela morte de pelo menos três pessoas e por incidentes localizados.

Publicidade

 

Daqui até quarta-feira, a Comissão eleitoral independente (CEI) deverá anunciar o nome do futuro presidente que, durante cinco anos, deverá dirigir um país abalado por uma década de crises politico-militares e dividido entre o sul, fiel ao presidente cessante Laurent Gbagbo e o norte, ocupado pela ex-rebelião das Forças novas (FN).

Os campos dos dois candidatos acusam-se mutuamente e apontam para disfuncionamentos. O partido de Alassane Ouattara denunciou um ‘impedimento sistemático” de voto dos seus eleitores, em particular em Abidjan e no centro-oeste do país. Do lado de Laurent Gbagbo, os partidários afirmam que o voto “não foi transparente” no norte que está nas mãos das FN.

Após uma participação excecional aquando da primeira volta, há um mês atrás (83 %), desta vez os marfinenses parece que se mobilizaram muito menos, após uma campanha eleitoral sob alta tensão.

Os primeiros resultados poderão ser anunciados ainda a partir de hoje.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.