Angola assina acordo de cooperação com Brasil

Luanda, Angola
Luanda, Angola RFI/Nicolas Champeaux

A Agência Brasileira para a Promoção de Exportações e Investimentos Apex-Brasil lançou, nesta segunda-feira, na capital angolana, o seu primeiro Centro de Negócios em África, com o objetivo de aprofundar as trocas comerciais com o continente a partir de Angola.

Publicidade

O Centro de Negócios  de Luanda funcionará como plataforma destinada a auxiliar as empresas brasileiras no processo de internacionalização  e a incrementar a participação nacional nos mercados africanos. Muitas têm sido as empresas brasileiras que têm optado por se instalar no país a partir das oportunidades geradas pelo processo de recuperação da capacidade produtiva do pós-guerra, especialmente na área das infraestruturas.

O potencial de mercado para produtos e serviços brasileiros é grande e tem influenciado empresas brasileiras  a investir em África. Angola surge, assim, como o principal parceiro comercial do Brasil, no continente africano, estando entre os maiores destinos de exportações brasileiras.

A ideia da Apex-Brasil, em Luanda, é duplicar o comércio existente entre o Brasil e Angola. De salientar, que as relações comerciais entre o Brasil e Angola evoluíram, entre 2005 e 2009, como explica a agência, de 520 milhões de dólares para 1, 5 mil milhões, sendo que em relação ao continente africano as trocas comerciais foram de 17, 2 mil milhões de dólares, em 2009, aproximadamente 50 por cento de exportações e a outra metade em importações.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.