Costa do Marfim / CEDEAO

Costa do Marfim, novo falhanço diplomático da CEDEAO

Abidjan, capital económica da Costa do Marfim
Abidjan, capital económica da Costa do Marfim DR

Mais tempo para reflexão pediram ambas as partes em conflito aos presidentes, Pedro Pires de Cabo Verde, Boni Yayi do Benim e Ernest Baï Koroma da Serra Leoa, que se avistam nesta quarta-feira (29/12/2010) em Abuja, na Nigéria, com o presidente Goodluck Jonathan, pesidente em exercício da CEDEAO, que não exclui uma intervenção militar na Costa do Marfim.

Publicidade

A delegação de mediadores da Comunidade dos Estados da África Ocidental deixou Abidjan nesta terça-feira à noite (28/12/2010) aparentemente quaisquer resultados, no sentido de convencer o presidente cessante Laurent Gbagbo a abandonar o poder a favor de Alassane Ouattara, candidato certificado pela quase totalidade da comunidade internacional.

Fontes da presidência cabo-verdiana afirmaram ontem (28/12/2010) que "as partes pediram mais tempo para reflexão, na tentativa de se encontrar uma solução viável à conclusão do processo eleitoral enquanto saída que promova a paz e a estabilidade duradouras" na Costa do Marfim,  mas já à saída do arquipélago de Cabo Verde rumo a Abidjan, o presidente Pedro Pires se tinha mostrado preocupado e pouco optimista, quanto ao eventual sucesso desta missão.

O governo de Laurent Gbagbo ameaça cortar relações duiplomáticas com os países que reconhecerem Alassane Ouattara.

A este novo falhanço da diplomacia da CEDEAO pode seguir-se a ameaça desta organização de recorrer à força, para obrigar Laurent Gbagbo a ceder o poder, à semelhança do que sucedeu em 1998, quando as tropas da ECOMOG bombardearam Freetown, para instalar no poder Ahmad Tejan Kabbah, presidente eleito em 1996 e apoiado pela comunidade internacional.

Entretanto, Charles Blé Goudé, ministro da juventude designado por Laurent Gbagbo e líder dos Jovens Patriotas, fiéis ao presidente cessante, adiou a manifestação de apoio a Laurent Gbagbo, inicialmente prevista para hoje em Abidjan.

Ontem (28/12/2010) uma coluna da ONUCI foi atacada pela multidão no bairro popular de Yopougon, no oeste de Abidjan : um capacete azul foi ferido à catanada e um carro incendidado.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe todas as notícias internacionais baixando o aplicativo da RFI