Tunísia

Confrontos chegam à capital da Tunísia

O Exército tunisino foi mobilizado para as ruas da capital
O Exército tunisino foi mobilizado para as ruas da capital AFP

A Tunísia continua a ser palco de violentos confrontos. Numa altura em que o cenário de violência já chegou à capital do país, os dados oficiais apontam apenas 21 vítimas mortais. As ONG’s falam em 66 mortes resultantes da carga policial.

Publicidade

Os cenários de violência que têm vindo a acontecer em algumas localidades na Tunísia, chegou agora à cidade de Tunes. A população lá residente fala em pânico, com as lojas e os supermercados encerrados a serem pilhados por populares.

Os dados oficiais, atualizados pela última vez no início da semana, referem 21 mortos. Mas as Organizações não-governamentais (ONG’s) elevam este balanço para 66 mortes resultantes da carga policial.

Desde Dezembro que a atualidade da Tunísia está marcada por protestos. Os manifestantes são na sua maiorias jovens e contestam os níveis de corrupção, o elevado desemprego e o aumento do custo de vida.

Para tentar pôr um ponto final aos episódios de violência, Ben Ali, presidente do país, demitiu o ministro do Interior, ordenou a libertação dos jovens detidos desde o início dos confrontos e procedeu à criação de um grupo de trabalho para investigar a corrupção.

Sobre a situaço que se vive na capital tunisina, a RFI ouviu Rui Fluckiger, um cidadão brasileiro residente em Tunes.

Rui Fluckiger, cidadão brasileiro residente em Tunes

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.