GUINÉ-BISSAU

Guiné-Bissau acolhe partidos das independências da África lusófona

Sede do PAIGC em Bissau
Sede do PAIGC em Bissau Miguel Martins/RFI

A capital da Guiné-Bissau acolhe uma reunião dos partidos das independências da África lusófona.Numa altura em que se comemoram os 50 anos da criação da Conferência dos movimentos das ex-colónias portuguesas.

Publicidade

O encontro terá surgido de um entendimento no ano passado entre o MPLA, Movimento popular de libertação de Angola, no poder em Luanda, e o PAIGC, Partido africano para a independência da Guiné e Cabo Verde, que governa a Guiné-Bissau.

Dino Matrosse, secretário-geral do MPLA, citado pelo "Jornal de Angola" alegou que este fórum visava "avaliar os progressos alcançados pelos partidos no poder tendentes à melhoria das condições de vida das populações e, só depois, das outras questões que interessam os partidos políticos dos países africanos de língua oficial portuguesa.

Um evento acompanhado por Mussá Baldé, correspondente em Bissau.

Mussá Baldé

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.