COSTA DO MARFIM

Guillaume Soro demite-se do cargo de primeiro-ministro da Costa do Marfim

Guillaume Soro ex-primeiro-ministro  da Costa do Marfim a  8  de  Março de  2012
Guillaume Soro ex-primeiro-ministro da Costa do Marfim a 8 de Março de 2012 SIA KAMBOU / AFP

 A  demissão  do  primeiro-ministro  da  Costa  do Marfim,Guillaume Soro,  vai  permitir   que   o  Presidente  Ouattara nomeie  um novo  chefe  do  governo  oriundo  do  PDCI( Partido  Democrático  da Costa do Marfim).

Publicidade

Segundo  os analistas  que  têm acompanhado  a  evolução  política  na Costa  do Marfim, a  demissão  de  Guillaume  Soro das  suas  funções  de primeiro-ministro não  é  própriamente uma novidade, se atendermos  à  actual  conjuntura  do  país  da  África Ocidental. A promessa  eleitoral  de Alassane Ouattara  ao PDCI, partido   liderado  por  Henri Konan Bédié, que  tinha  apoiado  na segunda volta  das  conturbadas eleições o actual presidente da Costa  do Marfim, vai  por conseguinte  ser cumprida. O  próximo chefe do governo  marfinense  será do Partido Democrático  da Costa do Marfim. Guillaume Soro, antigo chefe militar das ex-Forças Novas  e  também  primeiro-ministro durante último  mandato de Laurent Gbagbo, vai presidir  a Assembleia Nacional tornando-se  na  hieraquia  institucional  da Costa do Marfim  o segundo personagem do Estado.

Cursino Tolentino investigador  cabo verdiano explica-nos  porquê que a demissão de Guillaume Soro é positiva  na actual  conjuntura política  da Costa  do Marfim. 

Cursino Tolentino entrevistado por Leonardo Silva

         

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.