Angola

Eleições em Angola suscitam apreensão

Logotipo da Comissão Nacional Eleitoral de Angola
Logotipo da Comissão Nacional Eleitoral de Angola DR

Na perspectiva da eleição de 31 de Agosto, algumas empresas estrangeiras decidiram encerrar até finais de Setembro, as passagens de avião para a Europa estão esgotadas, enquanto os angolanos armazenam alimentos e outros produtos básicos.

Publicidade

Os partidos da oposição com destaque para a UNITA marcaram para 25 de Agosto manifestações em Angola e na diáspora (excluída da votação), para exigir que a CNE cumpra estritamente a lei, como garantia de um processo eleitoral livre e transparente.

Na recta final da campanha eleitoral, começam a surgir manifestações claras de apreensão ou mesmo "temor" face ao escrutínio : muitas empresas estrangeiras decidiram prolongar as suas férias e encerrar até finais de Setembro, as companhias aéreas afirmam que as reservas em direcção à Europa estão esgotadas, enquanto os cidadãos angolanos e outros que permanecem no país, começam a armazenar alimentos e outros bens de primeira necessidade.

Entretanto o diário financeiro Wall Street Journal publicado em Nova Iorque, afirma que a companhia petrolífera estatal angolana está a vender petróleo à Síria, o que já foi desmentido pela SONANGOL.

 Os pormenores com o nosso correspondente em Luanda, Avelino Miguel.

Correspondência de Avelino Miguel

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.