Acessar o conteúdo principal
Guiné-Bissau/ São Tomé e Príncipe

"A verdadeira morte de Amílcar Cabral" de Tomás Medeiros

Selo alusivo a Amílcar Cabral
Selo alusivo a Amílcar Cabral Wikipédia
Texto por: Isabel Pinto Machado
4 min

 O escritor são-tomense Tomás Medeiros lançou esta quinta-feira em Lisboa, no auditório da Fundação Pro Dignitate o seu último livro "A verdadeira morte de Amílcar Cabral".

Publicidade

O médico e activista politico António Alves Tomás Medeiros, nasceu em São Tomé em 1931, viveu em Angola, no Gana, na Argélia e finalmente instalou-se em Portugal, onde até hoje reside.

A poesia de Tomás Mederios está publicada em várias antologias, em prosa ele publicou em 2003 "O automóvel do engenheiro Dlakamba"  e agora "A verdadeira morte de Amílcar Cabral" que é segundo a sua editora Althum uma obra bem documentada, que dá a conhecer as diferentes facetas do fundador do PAIGC, "o político, o guerrilheiro, o escritor e, sobretudo, o humanista ".

Tomás Medeiros, considera que "nao vale a pena procurar assassinos, mas sim estudar a filosofia poítica de Amílcar Cabral, que punha em causa os interesses das potências ocidentais, os verdadeiros mentores da morte de Cabral" assassinado em Conacri dia 20 Janeiro de 1973, a escassos 6 meses da proclamação da independência da Guiné-Bissau.

 

Tomás Medeiros, autor de livro sobre Amílcar Cabral

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.