Acessar o conteúdo principal
Guiné-Bissau

PAIGC assinou Pacto de Transição na Guiné-Bissau

Joe Penney/Reuters
Texto por: André Ferreira
11 min

O Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), assinou hoje em Bissau o Pacto de Transição, instrumento que regula o período de transição no país e que o maior partido se recusava a assinar desde 16 de Maio. As eleições devem realizar-se durante este ano de 2013.

Publicidade

O documento estabelece a realização de eleições no prazo de um ano, aceita Serifo Nhamadjo como Presidente da República de transição, prorroga o mandato da Assembleia Nacional Popular, estabelece a escolha de um primeiro-ministro por consenso e diz que nem o Presidente nem o primeiro-ministro se podem candidatar nas próximas eleições.

Esta adesão do PAIGC "é uma nova fase na transição" da Guiné-Bissau, afirmou Serifo Nhamadjo, Presidente da República de transição, ouvido pelo nosso correspondente em Bissau, Mussa Baldé, que tem mais pormenores.

Correspondência de Mussá Baldé

Já para António Óscar Barbosa esta assinatura do Pacto de Transição vai permitir a participação do partido no diálogo rumo à restituição da ordem constitucional. O porta-voz do PAIGC não acrdita que as eleições tenham lugar na data prevista, e ainda comentou o futuro do actual presidente do partido, Carlos Gomes Júnior.

António Óscar Barbosa, entrevistado por André Ferreira

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.