Cabo Verde

Cabo Verde: 1° de Maio marcado por alertas contra desemprego

Trabalhadores em Cabo Verde
Trabalhadores em Cabo Verde Expresso das Ilhas

Desemprego e situação económica em Cabo Verde preocupa os sindicalistas, depois do FMI ter alertado para a necessidade de um programa de ajustamento económico, já descartado pelo governo.   

Publicidade

O Dia do Trabalhador em Cabo Verde foi marcado pelos apelos dos sindicalistas contra o desemprego. José Manuel Vaz, da Confederação Cabo-verdiana dos Sindicatos Livres, alertou para o aumento de desemprego de 12 para mais de 16 por cento e para a diminuição do poder de compra dos trabalhadores. Júlio Ascensão Silva, secretário-geral da União Nacional dos Trabalhadores Cabo-Verdianos, descreveu uma situação "bastante difícil". O correspondente em Cabo Verde, Odair Santos, dá-nos os detalhes.

Odair Santos, Correspondência de Cabo Verde

O Dia do Trabalhador, assinalado hoje, ocorre num contexto de preocupação quanto à saúde das finanças em Cabo Verde, depois do Fundo Monetário Internacional ter alertado para a necessidade de um programa de ajustamento económico do país. Um cenário que já foi rejeitado pelo governo.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.