Guiné-Bissau

ONU pede fim da transição e criação de um governo de inclusão na Guiné-Bissau

O conselho de segurança das Nações Unidas voltou ontem a aconselhar a criação de um governo de inclusão que permita a realização de eleições gerais antes do final do ano. Com o fim da transição prevista para dia 31 de Dezembro, uma resolução neste sentido será apresentada no próximo dia 23 de Maio na ONU.

Publicidade

Foi o que nos confirmou o embaixador moçambicano António Gumende, que é o representante da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa na ONU.

António Gumende, entrevistado por João Matos

Braima Camará, um dos sete candidatos à liderança do PAIGC, em conferência de imprensa hoje em Bissau, afirmou que não será possível realizar o congresso do partido guineense em Maio como previsto, devido à ausência de meios financeiros, e também ele apelou a um governo inclusivo, incluindo cidadãos da diáspora.

Mais pormenores com o nosso correspondente em Bissau, Mussá Baldé.

Correspondência de Mussá Baldé

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.