Angola

Centro e sul de Angola continuam em risco de fome

A seca é cíclica em certas zonas de Angola, nomeadamente no Namibe, no sul do país
A seca é cíclica em certas zonas de Angola, nomeadamente no Namibe, no sul do país DR

As autoridades Angolanas continuam a enfrentar a seca e o risco de fome no centro e sul do país, no Cunene, na Huíla e no Namibe, estimando-se que mais de um milhão de pessoas se encontrem em situação particularmente precária.

Publicidade

O executivo angolano refere ter um plano de emergência para fazer face à situação, alimentos, água e medicamentos estando a ser enviados para as zonas afectadas, mas as autoridades locais e religiosas pedem mais acção e menos palavras ao governo central.

Mais pormenores com Avelino Miguel.

Avelino Miguel, correspondente da RFI em Luanda

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.