Angola

Angolanos preocupados com os confrontos dos últimos dias entre militantes do MPLA e da UNITA

Vista aérea de Luanda, capital angolana
Vista aérea de Luanda, capital angolana Getty Images
Texto por: RFI
3 min

Vários confrontos ocorreram nos últimos dias na região da Huíla, em Luanda e na província do Huambo, entre militantes e partidários do MPLA e da UNITA, na oposição, depois da morte de três elementos do movimento do Galo negro.

Publicidade

A UNITA, maior partido da oposição, acusa a polícia angolana de estar a atacar os seus membros e simpatizantes e já disse que vai apresentar queixa contra forças policiais por trás da morte de um dirigente do movimento do Galo negro na província do Huambo e de outros dois militantes em Luanda, nos últimos dias. 

 

As autoridades policiais refutaram as acusações feitas pela UNITA, mas o facto é que o país vive actualmente uma grande intolerância política, com confrontos entre militantes do movimento do Galo negro e do MPLA, em Huíla,  o que está a preocupar os angolanos.

 

De Luanda, o nosso correspondente, Avelino Miguel.

 

 

Avelino Miguel, correspondente em Luanda

 

 

 

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.