Angola

Lançamento dos Relatórios Económico e Social de Angola

Antevê-se um crescimento menor para Angola nos próximos anos
Antevê-se um crescimento menor para Angola nos próximos anos REUTERS/Siphiwe Sibeko
Texto por: Liliana Henriques
6 min

Esta terça-feira foi lançado em Luanda pelo 11º ano consecutivo o Relatório Económico de Angola 2012 e pela 3ª vez o Relatório Social de Angola, ambos frutos de investigações promovidas pelo Centro de Estudos e Investigação Científica da Universidade Católica de Angola.

Publicidade

Para além de abordar, como já é hábito, sectores como a agricultura, a transformação de matérias-primas, ou ainda a exploração do petróleo e dos diamantes, o Relatório Económico de Angola 2012 abrange novos pontos, uma monografia económica da Província do Huambo, dados comparativos entre Angola e as restantes economias de África Subsariana, bem como uma análise sobre a repartição da renda nacional.

Ao abordar algumas das novidades desse relatório, o seu coordenador, o economista Alves da Rocha, Director Académico do Centro de Estudos e Investigação Científica da Universidade Católica de Angola, começa por abordar o sector dos transportes que a seu ver tem vindo a ganhar importância.

Economista Angolano Alves da Rocha

Relativamente aos enormes desequilíbrios existentes em Angola no tocante à repartição dos rendimentos no seio da população, Alves da Rocha considera que há poucas possibilidades de se inverter esta tendência nos próximos anos, dado um contexto económico menos favorável mas também devido a escolhas políticas, o economista começando por citar os resultados do IBEP, Inquérito sobre o Bem-Estar da População realizado em 2008-2009 pelo Instituto Nacional de Estatísticas.

Economista Angolano Alves da Rocha

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.