Acessar o conteúdo principal
Cabo Verde/Guiné-Bissau

Paris projecta curta-metragem sobre Amilcar Cabral

"Cabralista" curta-metragem de Valério Lopes
"Cabralista" curta-metragem de Valério Lopes
Texto por: Neidy Ribeiro
4 min

Em Clichy-la-Garenne, nos arredores de Paris, é projectado esta noite a partir das 20 horas a curta-metragem "Cabralista" do realizador Valério Lopes. O trabalho que já foi distinguido no festival Festival Internacional Pan-Africano de Cannes retrata a memória colectiva de Amílcar Cabral nos mais jovens.

Publicidade

Uma trilogia com o passado, presente e futuro de Amílcar Cabral. É este o projecto do jovem realizador Valério Lopes intitulado "Cabralista". Valério Lopes nasceu no Luxemburgo, mas desde muito novo sentiu que as raízes cabo-verdianas e africanas determinaram a sua forma de estar na vida.

O trabalho publicado há já dois anos foi distinguido no festival Festival Internacional Pan-Africano de Cannes e retrata, num primeiro momento, a memória colectiva de Amílcar Cabral nos mais jovens. Para o realizador os jovens vêem em Amílcar Cabral um herói e percebem como é que se pode construir uma identidade própria num passado como o do continente africano.

Neste momento o realizador está a terminar a segunda parte do seu trabalho, onde vai abordar o passado de Amílcar Cabral através de várias entrevistas com pessoas que conviveram com o líder histórico, e que será apresentado nos próximos meses. Quanto à terceira parte, a que vai retratar o futuro, Valério Lopes prefere não avançar uma data, mas levanta a ponta do véu referindo que será um projecto que vai apresentar uma África futurística, uma África onde Amílcar Cabral ainda estaria vivo.

Valério Lopes, realizador da curta-metragem "Cabralista"

 

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.