Acessar o conteúdo principal
CPLP

Cimeira do Conselho de Ministros da CPLP em Maputo

Isaac Murade Murargy, Secretário executivo da CPLP
Isaac Murade Murargy, Secretário executivo da CPLP DR
Texto por: RFI
4 min

Os chefes da diplomacia da CPLP têm estado reunidos esta quinta-feira em Maputo para se debruçarem sobre alguns dos temas a serem abordados dentro de alguns meses na Cimeira da organização no próximo mês de Julho em Timor-Leste.

Publicidade

Entre as questões figurando na agenda estão a situação da Guiné-Bissau actualmente em fase de pré-campanha para as eleições gerais com data por redefinir, e igualmente a eventualidade de uma adesão da Guiné Equatorial à organização.

Com estatuto de observador desde 2006 e candidata desde 2010, a Guiné Equatorial tem vindo progressivamente a convencer os seus parceiros, com excepção de Portugal que ainda na semana passada expressou a sua oposição à adesão desse país à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

Contudo, esta não é a opinião partilhada pelos restantes Estados-membros da organização, o próprio Secretário executivo da CPLP, o diplomata moçambicano Murade Murargy tendo declarado hoje que a agenda da CPLP não pode funcionar "apenas em função dos interesses de cada um ou de cada país".

Mais pormenores com Orfeu Lisboa.

Orfeu Lisboa, correspondente da RFI em Moçambique

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.