Acessar o conteúdo principal
Angola

Nova manifestação reprimida na capital de Angola

Panfleto anunciando a manifestação de hoje
Panfleto anunciando a manifestação de hoje
Texto por: Liliana Henriques
3 min

Foi reprimida a manifestação convocada para esta tarde em Luanda pelo movimento dos "Jovens Revolucionários" para recordar do 37° aniversário da alegada tentativa de golpe de Estado do 27 de Maio 1977 sob o lema "Chega de chacinas em Angola".

Publicidade

Antes mesmo de se realizar a concentração, a polícia deteve vários líderes do movimento, nomeadamente Nito Alves e Adolfo Campos, assim como um dirigente do Bloco Democrático, partido que expressou o seu apoio à manifestação que devia desenrolar-se hoje no centro de Luanda.

Nelson Pestana, sociólogo e membro da direcção do Bloco Democrático, relata-nos o sucedido.

Nelson Pestana, sociólogo e membro do Bloco Democrático

Refira-se que ao manifestar, os organizadores da concentração pretendiam reivindicar a criação de uma comissão da verdade sobre o que se passou a 27 de Maio de 1977 e pretendiam igualmente assinalar os dois anos do desaparecimento de Alves Kamulingue e de Isaías Cassule.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.