Acessar o conteúdo principal
Moçambique

Moçambique : líder da Renamo receia deslocar-se a Maputo

Logotipos Renamo e Frelimo
Logotipos Renamo e Frelimo DR
Texto por: Isabel Pinto Machado
8 min

A Frelimo saudou a detenção ontem (7/07) por incitação à violência de António Muchanga, membro do Conselho de Estado e porta voz do presidente da Renamo, Afonso Dhlakama, que pediu pessoalmente à advogada Alice Mabote que o defenda.

Publicidade

Alice Mabote, presidente da Liga Moçambicana de Direitos Humanos e advogada de António Muchanga, afirma que lhe estão a vedar o acesso ao seu constituinte, detido na esquadra do Porto de Maputo, pelo que vai "accionar um processo judicial de uma desobediência em termos constitucionais".

Alice Mabote afirma que o líder da perdiz "tem receio...e pede garantias à comunidade internacional para não ser preso". A advogada interroga-se ainda sobre se todo este processo de "levantamento da imunidade de um membro do Conselho de Estado, não é uma manobra para não termos eleições".

Alice Mabote

Manuel Lole, quadro sénior da Renamo, reitera os propósitos de Alice Mabote, e afirma que quando o governo diz que "o líder da Renamo tem que vir a Maputo, à Presidência, para a gente conversar, pelo menos já estamos a ter uma ideia do que pode vir a acontecer, se isso se efectivar".

Por sua vez Damião José, porta-voz da Frelimo, partido no poder, considerou "sábia, pertinente e oportuna a decisão do Conselho de Estado. e a pronta resposta dos orgãos de justiça, peca apenas por chegar tarde".

Orfeu Lisboa, correspondente em Maputo

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.