Acessar o conteúdo principal
Moçambique

Religião e política na campanha das eleições moçambicanas

Abdul Carimo, Presidente da Comissão Nacional de Eleições de Moçambique
Abdul Carimo, Presidente da Comissão Nacional de Eleições de Moçambique DR
Texto por: RFI
4 min

Eleito um novo bispo da Igreja anglicana em Moçambique, em plena campanha eleitoral, com o chefe de estado e candidato presidencial, Armando Guebuza, a apelar essa igreja a rezar pelo processo eleitoral.

Publicidade

Moçambique, tem um novo bispo para o episcopado da diocese dos Libombos, a partir deste domingo, 28 de setembro, na pessoa de Carlos Matsinhe, que acaba de ser eleito, para substituir o bispo Dom Dinis Sengulane, que partiu para a reforma.

 

Só que esta eleição de Dom Carlos Matsinhe, acontece num altura em que Moçambique está em plena campanha eleitoral, no quadro de eleições gerais, de 15 de outubro próximo, designadamente, eleições presidenciais.

 

Assim, a religião mistura-se à política, com o actual presidente cessante, Armando Guebuza, a apelar a igreja anglicana moçambicana, a "rezar pelo processo eleitoral e a convivência entre os moçambicanos", numa clara propaganda a favor do seu candidato presidencial da Frelimo, Filipe Nyusi.

 

Concorrem ainda para estas eleições, que são igualmente gerais, os candidatos da Renamo, Afonso Dhlakama e do MDM, Daviz Simango.

 

De Maputo, Orfeu Lisboa, correspondente em Maputo.

 

Orfeu Lisboa, correspondente em Maputo

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.