Guiné-Bissau

Lançamento do Observatório dos Direitos Humanos na Guiné-Bissau

O Observatório dos Direitos Humanos foi lançado esta terça-feira na Casa dos Direitos em Bissau
O Observatório dos Direitos Humanos foi lançado esta terça-feira na Casa dos Direitos em Bissau Liliana Henriques/RFI

Foi oficialmente lançado ontem em Bissau o Observatório dos Direitos Humanos, entidade que visa contribuir para desenvolver uma cultura de respeito pelos Direitos do Homem na Guiné-Bissau, através da recolha sistematizada de dados sobre questões como a saúde, a educação ou o acesso à habitação, para a produção de um relatório anual sobre a situação dos direitos fundamentais no país.

Publicidade

Com financiamento da União Europeia com cerca de 300 mil Euros bem como da cooperação portuguesa com 45 mil Euros, o trabalho desta entidade terá a duração de 36 meses. Quanto à execução deste projecto, ela está a cargo da Liga Guineense dos Direitos Humanos em parceria com a ONG portuguesa Associação para a Cooperação entre os Povos e com o Centro de Estudos sobre África, Ásia e América Latina da Universidade de Lisboa.

Ao referir que a entidade lançada oficialmente ontem já funciona há um ano, Luís Vaz Martins, presidente da Liga Guineense dos Direitos Humanos, vê o surgimento deste observatório como uma "mais-valia".

Luís Vaz Martins, presidente da Liga Guineense dos Direitos Humanos

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe todas as notícias internacionais baixando o aplicativo da RFI