Acessar o conteúdo principal
CABO VERDE

População cabo-verdiana preocupada com navios em quarentena

Arquivo.
Arquivo. DR
Texto por: RFI
4 min

A presença de embarcações chinesas em quarentena na costa da ilha de São Vicente, em Cabo Verde, preocupa a população. Os dez barcos que saíram da Serra Leoa no final do mês de Outubro estão em quarentena até ao dia 16 de Novembro.

Publicidade

55 milhas náuticas, é a distância que separa os navios chineses em quarentena da parte sul da ilha de São Vicente. Concretamente, as embarcações que preocupam os cabo-verdianos estão a uma centena de quilómetros da costa.

Uma distância que não tranquiliza os habitantes da ilha de São Vicente que mostraram as suas preocupações ao correspondente da RFI em Cabo Verde, Odair Santos. Ouça aqui as declarações de vários testemunhos.

Correspondência de Odair Santos

De referir igualmente que o director-geral da saúde, António Pedro Silva, através da Rádio Pública Cabo-verdiana, chamou à atenção os tripulantes de navios cabo-verdianos para não estarem em contacto com os 109 tripulantes dos navios chineses. António Pedro Silva também tranquilizou a população com o monitoramento feito pelas autoridades sanitárias e pelo centro de operações de segurança marítima.

Segundo o Governo, após o período de quarentena, os tripulantes vão ser inspeccionados. Se não houver nenhum caso suspeito de Ébola, os navios vão seguir para reparação nos estaleiros navais da Cabnave.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.