Acessar o conteúdo principal
Moçambique

Frelimo rejeita regiões autónomas propostas pela Renamo

Eliseu Machava, o secretário-geral da Frelimo
Eliseu Machava, o secretário-geral da Frelimo DR
Texto por: RFI
4 min

O secretário-geral da Frelimo, Eliseu Machava, acusou esta terça-feira a Renamo de querer dividir o país e os moçambicanos ao propôr a criação de regiões autónomas no centro e no norte do país.

Publicidade

A acusação surge depois do presidente da Renamo, Afonso Dhlakama, ter apontado a capital da província de Nampula como a possível sede da "região autónoma de Moçambique" que ameaça criar no centro e no norte do país.

O secretário-feral do partido no poder, a Frelimo, não hesita em criticar "os que tudo fazem para dividir", referindo-se entrelinhas à Renamo, e em defender que a ideia de criação de regiões autónomas no país não é conforme à constituição.

Mais pormenores com a crónica do nosso correspondente em Maputo Orfeu Lisboa.

Correspondência Maputo - Orfeu Lisboa

Recorde-se que a Renamo não reconheceu os resultados das eleições gerais de 15 de outubro passado, alegando que foram falseados, e por isso insistiu na criação de uma república autónoma do centro e do norte de Moçambique para que o partido governe nas províncias em que Afonso Dhlakama obteve mais votos do que o actual Presidente moçambicano, Filipe Nyusi.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.