Cabo Verde

Onda de criminalidade preocupa Cabo Verde

Polícia cabo-verdiana revista pessoas suspeitas
Polícia cabo-verdiana revista pessoas suspeitas DR

Onda de criminalidade em Cabo Verde preocupa as autoridades, e a sociedade civil tem vindo a pedir o agravamento da pena de prisão no arquipélago. Exemplo disso, a petição que circula na internet "a favor da castração química para pedófilos e violadores, e de um novo Código Penal mais punitivo para criminosos”.

Publicidade

 Apesar da preocupação do povo cabo- verdiano e das autoridades, a primeira-dama, Lígia Fonseca, jurista de profissão, afirmou nesta segunda feira ser contra o aumento de pena de prisão em Cabo Verde,  explicando que isso não resolveria a causa do  problema.

Lígia Fonseca falava numa palestra sobre o tema “Necessidade de agravação da pena máxima de prisão prevista pela Constituição da República e pelo Código Penal face ao aumento e sofisticação do crime em Cabo Verde”, promovida no âmbito da comemoração alusiva ao 9º aniversário da Escola Secundária Manuel Lopes, na localidade de Calabaceira.

O correspondente da RFI  em Cabo Verde, Odair Santos dá - lhe mais pormenores 

Correspondência de Cabo Verde

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.