Acessar o conteúdo principal
São Tomé e Príncipe

Naufrágio ao largo de São Tomé e Príncipe de um navio procurado pela Interpol

O navio que naufragou ontem estava ser vigiado há meses pela Interpol
O navio que naufragou ontem estava ser vigiado há meses pela Interpol Sea Sheperd
Texto por: RFI
3 min

Os cerca de 40 tripulantes de um navio vigiado pela ONG Sea Sheperd e procurado pela pela Interpol encontram-se sob custódia das autoridades São-Tomenses, depois da embarcação se ter afundado ontem à noite em águas territoriais de São Tomé e Príncipe em circunstâncias ainda por determinar.

Publicidade

Entre os tripulantes deste navio que já mudou várias vezes de nome e de bandeira figurariam um português assim como cidadãos indonésios e chilenos suspeitos de envolvimento em actividades ilegais que, de acordo com a Interpol, poderiam incluir tráfico de droga.
Mais pormenores com Maximino Carlos.

Maximino Carlos, correspondente da RFI em São Tomé

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.