GUINÉ-BISSAU

Liga Guineense de Direitos Humanos denuncia desmandos da justiça

DR

A liga guineense dos direitos humanos denuncia a cumplicidade activa da justiça em casos de abusos de direitos humanos no sul do país, incluindo um caso de casamento forçado de uma menor. 

Publicidade

Segundo a Liga Guineense dos Direitos Humanos os agentes judiciais na província sul da Guiné-Bissau estão a violar as leis do país quando protegem os prevaricadores em vez de as vítimas.

A Liga denuncia dois casos para ilustrar as alegadas violações das leis do país por parte dos agentes da justiça. Diz a Liga que o tribunal provincial de Buba, no extremo sul do país, mandou deter um individuo, cidadão estrangeiro, já la vão mais de quatro meses sem qualquer culpa formada.

Que o magistrado delegado do Ministério Publico junto ao mesmo tribunal teria ordenado que uma menina de 17 anos fosse dada para um casamento que a menor não quis.

O suposto esposo seria um individuo já com idade avançada.

A direcção da Liga Guineense dos Direitos Humanos aguarda por uma audiência com o Procurador-Geral da Republica a quem vai expor estes dois casos e pedir a sua intervenção. Confira aqui a correspondência de Mussá Baldé em Bissau.

Correspondência de Bissau

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.