Acessar o conteúdo principal
ÁFRICA LUSÓFONA/PORTUGAL

Portugal: Casa dos Estudantes do Império homenageada em colóquio

Prédio em Lisboa da antiga Casa dos Estudantes do Império
Prédio em Lisboa da antiga Casa dos Estudantes do Império Liliana Henriques/RFI
Texto por: Liliana Henriques
16 min

Na esquina da Avenida Duque d’Ávila no número 25, em Lisboa, ergue-se um edifício alto, antigo mas modernizado, pintado de amarelo, como muitos outros da capital portuguesa, gracioso mas anónimo, um lugar desconhecido da História, a Casa dos Estudantes do Império que entre 1944 e 1965 acolheu estudantes oriundos de todos so cantos dos territórios então sob tutela portuguesa, onde não existiam universidades. 

Publicidade

Criada em Lisboa, mas igualmente em Coimbra e no Porto, pelo regime de Salazar com o objectivo de suscitar nos seus residentes o sentimento de pertença a um império, este foi o lugar por onde passaram, onde se encontraram e estimularam mutuamente jovens estudantes que lutaram pela libertaçao dos seus povos e, para alguns deles, chegaram ao poder, como por exemplo os antigos presidentes Pedro Pires ou Joaquim Chissano.

É esta Historia pouco contada que é homenageada desde hoje e até segunda feira num colóquio organizado na Fundaçao Gulbenkian com a supervisao da UCCLA, União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa, no quadro mais vasto do Festival da Lusofonia que decorre há alguns dias em Lisboa.

Em entrevista à RFI, Vítor Ramalho, secretário executivo da UCCLA, evoca a importância deste encontro.

Vítor Ramalho, secretário executivo da UCCLA

Presente na abertura do coloquio, Murade Murargy, secretário executivo da CPLP, destaca a importância da Casa dos Estudantes do Império, como ponto de encontro entre os actors da luta pela descolonizaçao.

Isaac Murade Murargy, secretário executivo da CPLP

Testemunha e actor da História dessa emblematica casa, o cabo verdeano Moacir Rodrigues, professor de literatura e estudioso de musicologia, esteve na Casa dos estudantes do império a partir dos finais dos anos 50 até ao seu encerramento em 1965.

Desconfiado da entidade que outrora criara, o regime salazarista resolveu fechar a casa nessa altura em que a luta estava lançada.

Moacir Rodrigues chegou um dia à casa e encontra-a fechada e para tràs ficaram anos de convívio e de luta cujos primeiros momentos ele contou à RFI.

Moacir Rodrigues, antigo inquilino da Casa dos Estudantes do Império

Isaac Murade Murargy, secretário executivo da CPLP
Isaac Murade Murargy, secretário executivo da CPLP Liliana Henriques/RFI

 

Ouça aqui, a reportagem alargada com Isaac Murade Murargy, secretário-executivo da CPLP, entrevistado em Lisboa, em torno do colóquio internacional sobre a Casa dos estudantes do império.

Convidado Isaac Murade Murargy

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.