Acessar o conteúdo principal
Guiné-Bissau

China vai investir mais 10 milhões de dólares no sector da pesca artesanal na Guiné-Bissau

Navio de pesca na Guiné-Bissau
Navio de pesca na Guiné-Bissau DR
Texto por: RFI
4 min

A República Popular da China anunciou hoje que vai investir mais 10 milhões de dólares americanos no sector da pesca artesanal. O investimento visa criar uma industria moderna de pesca artesanal com rede de venda e transformação do pescado, criando mais de 400 postos de emprego.

Publicidade

A futura empresa vai criar mais de 400 postos de emprego no quadro de abastecimento de mercado interno através de pesca artesanal. O investimento que representa mais dez milhões de dólares americanos e destinam-se ao processamento de toda a pesca artesanal no âmbito de uma Industria de Pesca Moderna a ser montada pela China.

O embaixador da China em Bissau disse que o projecto será materializado em breve. Falando à Rádio Nacional, Wang Hua, mostrou estar disponível para transformar a Guiné-Bissau num celeiro de arroz e um país exportador deste cereal.

O embaixador anunciou ainda a deslocação de 30 técnicos guineenses para China, onde vão beneficiar de um Curso Especial de Cultura de Arroz. A China é um dos principais parceiros da cooperação da Guiné-Bissau em vários sectores da vida nacional, como a agricultura, pesca, medicina e a educação.

As infra-estruturas são dos sectores que mais se destacaram nesta cooperação com a construção dos Palácios da ANP, do Governo, Recuperação do Palácio da República e o Palácio de Justiça em obras. Mais detalhes com o jornmalista Aliu Candê, em serviço especial a RFI.

Correspondente Guiné-Bissau, Aliu Candê

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.