GUINÉ-BISSAU

Defesa de Lopes da Rosa indignada com fuga de informação

Mário Lopes da Rosa, ministro guineense dos negócios estrangeiros.
Mário Lopes da Rosa, ministro guineense dos negócios estrangeiros. Miguel Martins/RFI

O advogado do ministro dos Negócios Estrangeiros da Guiné-Bissau, Carlos Pinto Pereira, considerou uma violação do segredo de justiça a difusão pela comunicação social das medidas de coação aplicadas ao seu constituinte Mário Lopes da Rosa, mesmo antes da sua acareação.

Publicidade

Carlos Pinto Pereira mostrou-se surpreendido com o Ministério Público guineense que terá facilitado a difusão de informação relativa ao caso que envolve o chefe da diplomacia guineense.

Por isso o advogado já entregou uma reclamação contra este facto e, por outro lado, impugnou a decisão que impede o governante de se ausentar do país e de pagar uma caução no valor de 100 milhões de francos CFA.

A defesa do ministro dos Negócios Estrangeiros da Guiné-Bissau impugna a decisão do Ministério Público que aplica medidas de coação contra o seu constituinte.

Ouça a entrevista de Carlos Pinto Pereira, advogado do ministro dos negócios estrangeiros, recolhida por Aliú Candé, em serviço especial para a RFI.

Entrevista de Carlos Pinto Pereira

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.