Acessar o conteúdo principal
Eleição nos EUA

Primária democrata começa em Iowa com confusão e atraso nos resultados

Sem resultado oficial em Iowa, Bernie Sander e Pete Buttigieg fazem discurso de vitória
Sem resultado oficial em Iowa, Bernie Sander e Pete Buttigieg fazem discurso de vitória REUTERS/Eric Thayer
Texto por: RFI
3 min

Era para ser a primeira noite de teste para os pré-candidatos democratas, com o resultado das primárias no estado de Iowa dando o tom da corrida da competição pela indicação democrata à corrida presidencial. Mas, inconsistências na contagem de votos tornaram a primeira primária um grande fiasco.

Publicidade

Na madrugada desta terça-feira (4), mais de sete horas após o previsto, os democratas ainda não sabem quem levou a votação em Iowa. Sem resultados oficiais, os pré-candidatos deram início a uma guerra de versões. O senador Bernie Sanders reivindica-se vencedor da votação, à frente do moderado Pete Buttigieg.

Horas antes, o jovem ex-prefeito, pouco conhecido na campanha nacional, tinha feito um discurso de vitória em que afirmou que Iowa havia surpreendido o país. "Nesta noite, uma esperança improvável tornou-se uma realidade inegável", afirmou o democrata de 38 anos que pretende ser a nova liderança do campo moderado entre os democratas.

Os políticos disputam em Iowa a primeira votação na corrida pela indicação do candidato democrata à eleição presidencial em novembro. Apesar de não ser um estado com muito peso, Iowa é considerado importante por apresentar as primeiras tendências da disputa. Em 2008, foi neste estado que lançou Obama na campanha até a Casa Branca.

Os números oficiais devem ser divulgados ao longo de terça, informou o partido Democrata de Iowa.

O que aconteceu?

De acordo com a The Atlantic, a contagem dos votos teve problemas devido a um aplicativo usado para reunir as informações de mais de 1.600 locais de votação. Ao longo da segunda-feira (3), os jornalistas da Bloomberg mostraram chefes de locais de votação que não sabiam como usar o aplicativo.

Em caso de problemas no aplicativo, o partido tinha previsto um telefone pelo qual poderiam ser transmitidos os números de contagem. No entanto, o serviço não suportou o número de chamadas. Chefes de votação passavam mais de uma hora à espera na linha para transmitir os números.

Com dados incongruentes ao final da primeira contagem, os democratas decidiram refazer a contagem. O partido está utilizando fotos dos resultados para validar os votos, informou o jornal norte-americano The New York Times.

Sem os resultados oficiais, os candidatos já viajaram rumo a New Hampshire, onde acontece a próxima votação das primárias, no dia 11.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.